Category Archives: Bebés e Crianças

O bebé e o Sol

Ao contrário do que muitas vezes se pensa, para que um bebé cresça de forma saudável, é essencial que ele apanhe um pouco de sol! O bebé recebe da mãe a Vitamina D inactiva, que é essencial à mineralização dos ossos, e portanto ao crescimento do bebé. O que vai tornar a vitamina D activa são os raios solares! Bastam apenas dez minutinhos de sol nas mãos, braços e rosto da criança,2 a3 vezes por semana para que isto se cumpra e um bebé cresce de forma saudável :)!

No entanto, convém ter sempre presente que a pele do bebé é muito frágil e delicada. Por isso, de preferência, deve sempre evitar sair à rua nas horas de maior calor, o bebé deve usar-se chapéu com abas, t-shirt e até óculos escuros, bem como um protector solar adequado! Tudo isto, mesmo que seja um simples passeio!

Até aos 6 meses de idade, as condições dos bebés são diferentes. Até 1999, a American Academy of Pediatrics (AAP) desaconselhava a utilização de qualquer tipo de creme solar em bebés com menos de 6 meses de idade, dado que a capacidade da pele metabolizar e excretar as substâncias químicas pode ainda não estar completamente desenvolvida. Actualmente preconiza-se que se pode utilizar um protector solar nos bebés com menos de 6 meses de idade, se não houver a possibilidade de colocar roupa adequada ou não estiver disponível qualquer zona de sombra. Contudo, primeiro, deve sempre consultar o pediatra. Isto significa que o melhor é aplicar o protector solar indicado apenas nas zonas expostas.

A partir dos 6 meses o bebé está preparado para aproveitar o sol! Claro que sempre protegido com a roupa, o chapéu com abas, mas agora ainda o protector solar, que passa a ser indispensável! Apesar da protecção, o bebé não deve estar exposto mais de uma hora seguida ao sol!

Os protectores solares na generalidade  são compostos por filtros e/ou ecrãs.

– Os filtros químicos são substâncias sintéticas que agem por absorção de energia pelas radiações de luz. Conforme a sua composição, eles não absorvem determinados comprimentos de onda dos raios solares, logo existem filtros químicos específicos para os UVA e outros para os UVB. Para garantir uma protecção eficaz com um espectro largo é necessário associar diversos filtros. Estes filtros nem sempre são fotoestáveis e como podem penetrar na pele existe um risco de fototoxicidade e alérgico.

– Os ecrãs minerais têm uma função de “reflexão” e de “difusão” das radiações de UV, mas igualmente numa parte da luz agindo como um espelho. Eles filtram assim toda a gama de UV (UVA e UVB). Os filtros minerais utilizados nos cremes são inertes, fotoestáveis e formam uma película à superfície da pele que limita qualquer penetração, daí a segurança.

– Os filtros ou ecrãs organo-químicos são uma mistura dos dois. Eles absorvem e reflectem os UV, mas contrariamente aos filtros químicos são de largo espectro o que permite uma protecção mais prolongada contra os UV. Além de que a fotoestabilidade e a permanência à superfície da pele permite que sejam adaptados para a protecção da pele e da criança.

Assim, deve evite-se os filtros potencialmente alergizantes e prefira-se os ecrãs minerais ou organo-minerais.

Encontram-se no mercado marcas que cuidam da protecção solar do bebé e da criança, como a Uriage (exemplo abaixo dos protectores desta marca), mas muitas outras existem tão boas como esta, tal como a Avène, La Roche Posay, Mustela, Aveeno, Aderma, etc.

Filtros solares físicos 100% minerais oferecem uma garantia de segurança e de tolerância para a pele frágil e sensível das crianças.

Adaptado à pele sensível das crianças, o leite e o spray solar infantil SPF 50+ sem perfume garante uma protecção solar segura e eficaz.

Resumindo, e porque nunca faz mal relembrar:

1. Evitar qualquer exposição directa ao sol e principalmente entre as 11h e as 16h.
2. Permanecer à sombra em caso de sol intenso.
3. Os UV são tão perigosos na cidade, no parque, em passeio, como na praia!
4. Aplicar uma camada espessa do protector solar 20 minutos ANTES da exposição ao sol.
5. Usar vestuário largo mas de algodão para filtrar os UV e usar um chapéu de abas largas e óculos de sol adaptados.
6. Evitar os filtros potencialmente alergizantes e prefira os ecrãs minerais ou organo-minerais.
7. Renove a aplicação da protecção solar em quantidade suficiente a cada 2 horas e após cada banho.
8. Beber água regularmente e dar de beber aos bebés e crianças, mesmo que eles não peçam.