Category Archives: Bem-estar

Como sobreviver às agressões do Inverno?

invernoAs alterações climáticas do Inverno afectam a nossa pele de várias formas, tornando-a mais seca, sensível e agravando problemas já existentes. Para fugirmos ao frio temos tendência a refugiar-nos dentro de casa, no entanto mesmo os sistemas de aquecimento contribuem para secar ainda mais a pele.

Para contrariar estes efeitos existem pequenos passos que pode tomar para que a sua pele não seja tão afectada.

Na roupa

Na roupaEm primeiro lugar devemos cobrir ao máximo a nossa pele quando nos encontramos expostos ao frio e ao vento. Também a forma como nos vestimos pode ter a sua influência, evite o contacto directo com a pele, de tecidos capazes de provocar prurido (como a lã). Opte por tecidos menos abrasivos como o algodão, de forma a deixar a sua pele respirar. Roupa molhada também é irritante para a pele, se isto acontecer deverá trocar de roupa o mais rápido possível.

O próprio detergente da roupa pode ter a sua influência, tente escolher um hipoalergénico sem perfumes nem corantes. Pode também evitar o uso de amaciadores da roupa em folha, pois alguns podem deixar pequenas fibras de resíduo que poderão provocar mais irritação na sua pele.

No Banho

Se sente a pele seca e irritada pode alterar o seu gel de banho para uma fórmula adequada a peles sensíveis.
Evite a água quente, pois esta retira os óleos naturais da superfície da pele, opte por banhos curtos e usando água tépida.

No banho

Durante o banho há alguns truques que pode também usar:

  • deixe a porta bem fechada para manter toda a humidade na divisão.   
  • use uma quantidade generosa de hidratante logo depois de sair da banheira, e depois de se enxaguar com a toalha deixe a pele ainda um pouco húmida e aplique novamente o hidratante, “aprisionando” assim a água nas células da camada superficial da pele.

Nos cuidados diários

Nos cuidados diáriosAlguns produtos de beleza que estejam adequados à sua pele durante o resto do ano, podem também tornar-se irritantes e causar alguma vermelhidão, como por exemplo produtos anti envelhecimento. Neste caso deverá optar por usar nesta altura do ano produtos mais suaves e sem perfume.

Durante o Inverno, devemos lavar as mãos mais frequentemente, o que acaba por secá-las podendo mesmo provocar fissuras. Será também boa ideia substituir o sabonete de mãos por um gel suave ou sem sabão. Deve também aplicar hidratante depois de cada lavagem.
(para uma hidratação extra pode ainda aplicar hidratante antes de dormir, cobrindo as mãos com luvas de algodão)

Em casa

Para recuperar a humidade perdida com os sistemas de aquecimento, pode usar um humidificador. A sua pele agradece!

Be natural: pés cansados

Os pés são o nosso suporte. Eles aguentam a agitação do dia-a-dia, os saltos altos, sapatos apertados (que são tão giros, mas magoam!), as correrias pela calçada portuguesa… O que acha de os mimar no final do dia? O Skin Affairs deixa-lhe uma ideia muito simples… e perfumada!

Escolha uma das seguintes ervas: alfazema, louro, manjerona, salva, tomilho. Numa bacia com água quente, coloque as ervas (frescas ou secas) e um punhado de sal marinho.  Agora é só mergulhar os pés durante alguns minutos.

Se, além de cansados, também tem os pés frios, experimente colocar uma colher de sopa de sementes partidas de mostarda-negra. Os seus pés agradecem 😉

 

Já comeu fruta hoje?

Hoje é o dia mundial da alimentação, por isso vamos falar de fruta! Todos sabemos que a fruta faz bem à saúde, mas sabia que também pode fazer bem à sua pele? É refrescante, nutritiva e uma fonte de benefícios!

Cereja– rica em ferro, potássio e magnésio, tem uma capacidade anti-oxidante que resulta da existência de flavonóides. Fortalece o sistema imunitário e ajuda a combater o envelhecimento.

Maçã– ótima para combater o colesterol elevado. O seu teor de vitamina C facilita o reforço do sistema imunitário e o combate ao envelhecimento.

Melão– fonte de vitamina C e betacaroteno, com um elevado teor de água e de fraco valor calórico, o que ajuda a manter o peso.

Morango– apresenta propriedades anti-oxidantes, o que o torna um aliado da pele contra o envelhecimento. Igualmente útil na anemia e no combate à retenção de líquidos.

Papaia– rica em betacaroteno e anti-oxidantes, é ideal na proteção da pele, sobretudo nos dias mais quentes, ajudando a retardar o envelhecimento.

Pêssego– adequado para quem prefere uma dieta pouco calórica, tem em efeito laxante, o que ajuda a libertar toxinas e a limpar as vias digestivas. É rico em vitamina C e minerais como o potássio e o fósforo, sendo muito utilizado em tratamentos de pele.

Uva– tem na sua constituição um poderoso anti-oxidante, o polifenol, que contribui para a firmeza e elasticidade da pele. Favorece a função renal e ajuda a eliminar o ácido úrico, sendo também associada ao combate de situações de fadiga e anemia.

Consequências psicológicas da acne

A afirmação social e profissional é um processo que ocorre essencialmente durante a adolescência e/ou o início da vida adulta. É também neste momento que o desenvolvimento da acne é mais acentuado. As consequências a nível psicológico do problema da acne manifesta-se sobretudo em actividades do domínio social.

Com as alterações a nível físico que a acne traz, surgem também alterações como:

–       baixa auto-estima

–   constrangimento/embaraço social

–       preocupações

–       frustração

–       sentimentos de depressão e ansiedade.

Estas alterações põe em causa o bem-estar emocional do sujeito, o que se reflecte no contexto das suas relações sociais. É recorrente o aparecimento de sentimentos de inadequação ou de embaraço, que vêm acompanhados por comportamentos de evitamento: evitar as situações sociais que impliquem a exposição pública é frequente neste tipo de problemáticas.

Quanto este tipo de situações atinge um limiar insustentável, que perturbe as diferentes actividades em que o sujeito está envolvido (escola, trabalho, saídas), procurar acompanhamento psicológico pode ser uma solução. Associar esta terapia com os diferentes tratamentos farmacológicos que são oferecidos são uma mais-valia no combate a esta problemática e a todas as dimensões a ela associada.

Pele sã, mente sã!

Na sociedade actual a importância que é dada à aparência física é cada vez mais um aspecto proeminente no nosso dia-a-dia. As pessoas vão reparar em nós fisicamente e o nosso corpo e rosto são a porta de entrada para o mundo social. Sentir-se bem consigo mesmo permite percepcionar-se de uma forma positiva e, logo, facilitará o seu envolvimento no mundo social, que será realizado com sucesso.  

A porta de entrada para este mundo passa pela saúde da pele e problemas de pele podem afectar muito mais do que o que está simplesmente visível. Qualquer alteração no seu funcionamento ou no seu aspecto pode ter consequências importantes para a saúde física e mental. Quando um problema como a acne, cicatrizes ou dermatites são desenvolvidos, sentimentos negativos em volta da sua imagem, como vergonha ou culpa, podem surgir. Sentir que problemas como estes estão para além do seu controlo implica o desenvolvimento de sentimentos de desânimo e a desistir de si mesmo. Processos como a auto-estima e a auto-confiança vão estar afectados, pode passar a não gostar do seu aspecto físico e a sentir-se desvalorizada tanto no âmbito pessoal, como no âmbito social. Sentir-se “apagado”, de uma forma geral, é um sentimento que pode ser desenvolvido e o seu valor na sociedade é colocado em causa, sentindo que é reduzido e pensando que não tem nada para oferecer. Neste momento, sentimentos de tristeza ou de ansiedade podem começar a surgir, influenciando ainda mais negativamente a forma como se vê e sente. Um ciclo inicia-se: já não é só um problema de pele, é um sentimento negativo que o leva a não cuidar de si e a forma como se auto-percepciona está claramente afectada.

Este tipo de sentimentos vão implicar as mais diferentes consequências na sua vida, como não gostar de sair ou estar com pessoas. Pequenos acontecimentos do dia-a-dia vão estar em risco, como por exemplo, não querer ou não gostar de tirar uma fotografia. Estas dificuldades podem ainda conter problemas mais graves como o comprometimento da sua vida social, afectando a sua saúde emocional e psicológica.

Cuidar de nós fisicamente implica cuidar de nós psicológica e mentalmente. Sentir-se bem fisicamente leva a sentir-se mais feliz e realizado, e isso só pode direccioná-lo para o sucesso. A sensação de vergonha ou culpa dá lugar a uma sensação de bem-estar, criando um impacto emocional altamente positivo. A auto-estima e auto-confiança estão dependentes da forma como trata de si, e dar um melhor tratamento à sua pele é essencial para a vida pessoal e social. A pele deve ser tratada como ela merece, da melhor forma possível. Cuidar da pele é cuidar de si em todas as dimensões.