Category Archives: Estrias

Estrias – Que produtos disponíveis?

No que concerne a produtos de aplicação tópica é conveniente optar por um que tenha uma elevado poder de hidratação. Estudos publicados mostram que o óleo de amêndoas doces e produtos constituídos apenas à base de manteiga de cacau não são eficazes na prevenção de estrias (mito comum). É, portanto, fundamental que o produto escolhido contenha substâncias capazes de estimular a função dos fibroblastos (células da pele responsáveis pela formação do colagénio e da elastina).

Que produtos estão disponíveis?

LIERAC PHYTOELASTIL GEL – tem na sua constituição cavalinha, hera-trepadeira, pé-de-leão, que vão hidratar em profundidade a pele e conferir mais elasticidade. Este creme é muito fácil de espalhar, não sendo untuoso, promovendo uma hidratação intensa. Pode ser usado durante a gravidez.

Este produto deve ser aplicado uma vez por dia nas zonas de maior risco.

LIERAC PHYTOELASTIL AMPOLAS – estão presentes na sua constituição os mesmos compostos do gel mais o silício coloidal. Este actua já na regressão de estrias existentes.

Deve ser aplicado nas zonas afectadas, realizando uma massagem até a penetração do produto, de manhã e à noite. É um tratamento de 6 a 8 semanas, devendo-se repetir 2 vezes por ano.

MUSTELA VERGETURES – é um dos cremes mais dirigidos para grávidas. Actua tanto na prevenção como no tratamento de estrias. Contém substâncias hidratantes (manteiga de Karité) e substâncias que estimulam a produção das fibras que sustentam a pele (Elastorregulador, lupeol e Arabinogalactana). Promove também a renovação celular.

Deve ser aplicado durante toda a gravidez até ao primeiro mês depois do parto, nas zonas de maior risco. Deve-se realizar uma massagem até absorção do creme, para melhores resultados. Deve ser aplicado 2 vezes por dia.

ELANCYL PREVENTION VERGETURES – apresenta uma textura untuosa, no entanto é fácil de espalhar e não é gorduroso, sendo rapidamente absorvido. Tem na sua composição extractos marinhos (estimulam as células), óleo de cártamo (nutritivo) e outros compostos com função hidratante e reparadora.

Este produto deve ser aplicado 1 a 2 vezes por dia nas zonas críticas.

Deve ser aplicado de manhã e à noite (aplicar nas estrias e massajar até completa penetração do produto). Utiliza-se pelo menos durante dois meses para a obtenção de resultados visíveis na redução do tamanho e profundidade da estria.

Este produto não deve ser utilizado durante a gravidez e nos seios durante a amamentação.

ELANCYL CORRECTEUR VERGETURES – actua na redução das estrias em tamanho e profundidade. Tem na sua composição Fibrilina e vitamina C (reestruturam, reparam e sintetizam as fibras elásticas e de colagénio) Gluconato de Zinco (acalma as irritações e diminui a sensação de repuxar), Glicolato de Guanidina (permite e queratorregulação e a acção alisante) e Pigmentos verdes (atenuam imediatamente a cor das estrias por correcção cromática).

ISDIN VELASTISA –ajuda na prevenção e no tratamento. Tem na sua composição elementos que estimulam a produção de colagénio (Centelha Asiática) e ajudam na regeneração da pele (Rosa Mosqueta).

Deve ser aplicado 2 vezes por dia nas zonas mais propensas ao aparecimento de estrias, efectuando uma ligeira massagem até absorção do produto.

Anúncios

Como prevenir as estrias?

Sabemos que uma vez que apareçam, a eliminação das estrias é muito difícil, senão impossível. A melhor arma no seu combate é portanto a prevenção.

Neste sentido, existe um conjunto de medidas que devemos e podemos adoptar:

–       Hidratação: é o passo mais básico e fundamental para evitar as estrias.   Manter a pele hidrata, é de extrema importância, essencialmente se ganhar ou perder peso.

  • Cremes: os cremes e loções são essenciais para aliviar a irritação da pele e para a manter hidratada. Um bom creme anti-estrias deverá conter:
    • Agentes altamente hidratantes como a ureia
    • Substâncias emolientes (ómega 3 ou amêndoas doces)
    • Substâncias que remodelam o colagénio e regeneram a pele

–       Alimentação: o que come também poderá ajudar no combate das estrias. O consumo de água é crucial para manter a pele hidratada. Além disso, uma dieta saudável baseada no consumo de vitamina C e A pode ajudar na prevenção. Estamos a falar de alimentos como laranjas, pimentos, tomates, cenouras ou mangas.

–       Exercício físico: é fundamental no controlo do peso. Já sabemos que engordar e emagrecer ajuda na formação das estrias. Portanto conseguir controlar o peso, de uma forma regular, saudável e equilibrada evitará o seu surgimento.

Sabemos que os dois momentos mais críticos para o aparecimento das estrias são a gravidez e a adolescência. Adoptar estes comportamentos nestas situações pode ajudar a prevenir  seu o aparecimento.

Amanhã iremos apresentar alguns produtos no combate às estrias! Não perca!

Estrias – Quais as circunstâncias em que aparecem?

As estrias surgem, essencialmente, nas quarto situações seguintes:

Gravidez – cerca de 50 a 90% das grávidas desenvolvem estrias (segundo alguns estudos). As mulheres cuja primeira gravidez ocorra após os 35 anos, parecem estar menos sujeitas ao aparecimento de estrias do que mulheres em iguais circunstâncias, com idades compreendidas entre os 16-18 anos. Na gravidez as estrias localizam-se sobretudo nos seios e nas nádegas.

Adolescência – afecta tanto raparigas como rapazes. Não está necessariamente ligado ao aumento de peso, mas sim  ao aumento da produção de estrogénios e progesterona. Nesta altura é perfeitamente natural aparecerem estrias, principalmente em determinadas regiões, como os seios, coxas, costas, nádegas e barriga.

Obesidade e distúrbio nutricionais – as estrias podem ocorrer em caso de excesso de peso, mas também podem acontecer em casos de desnutrição intensa.

Doenças endócrinas – as estrias, infelizmente, aparecem em cerca de 60% dos doentes que sofrem da doença de Cushing e nas pessoas submetidas a tratamentos com medicamentos corticosteróides. Nestes casos, surgem principalmente na zona do tronco, pregas das axilas e na raiz dos membros superiores e inferiores.

As estrias distribuem-se no corpo principalmente na barriga (em redor do umbigo), mas coxas e nádegas, nos seios, no tronco e nas raízes dos braços e pernas. São, de forma geral, simétricas e, na maioria dos casos, perpendiculares no sentido de maior tensão aquando da distensão  (crescimento rápido, por exemplo).

Estrias

As estrias são um tipo de cicatriz que resultam do rompimento das fibras da pele (fibras de colagénio e elastina), as quais dão consistência, suporte e flexibilidade à pele. Aparecem em situações onde ocorrem variações de carácter hormonal, como a puberdade, a gravidez, o aumento de peso e algumas doenças.

Existem dois tipos de estrias – estria rubra e estria alba – as quais se distinguem-se facilmente:

  • A estria rubra corresponde à fase inicial. Apresenta-se como um segmento de pele achatada e com um tom rosado. Gradualmente vai-se alongando e tornando-se púrpura/avermelhada. É nesta fase que o tratamento é mais fácil e eficaz.
  • Estria alba corresponde a uma fase mais avançada, quando a estria já está madura. Consiste numa depressão na pele, de cor branca, com forma de bandas irregulares. Uma vez que as estrias se tornam brancas são poucos os tratamentos disponíveis que demonstrem eficácia.

Infelizmente, a estria nunca desaparece completamente, apesar de a sua cor poder ir clareando e, com a ajuda de tratamentos dermatológicos específicos, se poderem tornar menos visíveis. Assim, e como as estrias aparecem sem aviso e de repente, a PREVENÇÃO é fundamental, principalmente durante a gravidez.

Ao longo desta semana iremos responder às principais questões relacionadas com esta tema!